Modelo de guindaste



88 x 22,5 x 30
Madeira esculpida

 CAT. 1824: D.I.29

Um guindaste com um sarilho, em cujas extremidades se achão rodas dentadas, que engranzão em outras de um eixo, onde se envolve a corda, que serve para levantar o pezo. Tem uma peça, que se introduz em alguns dentes, que se achão o eiso do sarilho, para se parar quando se quizer, e ficar o pezo suspenso. N.B. Está muito mal construido nunca teve uso.

Este guindaste apresenta dois cilindros de madeira que têm montadas nas suas extremidades quatro rodas dentadas. Duas rodas de menores dimensões estão instaladas num dos cilindros que serve de sarilho, e duas maiores encontram-se no outro cilindro, que possui na parte média quatro braços perpendiculares ao seu eixo, formando uma cruz. Estes braços servem de alavanca, permitindo ao utilizador pôr em rotação o conjunto de rodas dentadas, as quais, engrenando entre si duas a duas, transmitem o movimento de rotação ao sarilho. Uma corda, que suspende numa das extremidades o corpo que se pretende elevar, passa por uma roldana, fixa num dos braços do guindaste, e tem a outra extremidade presa no sarilho, onde se enrola.

Os apoios onde se encontram montados os cilindros horizontais e as rodas dentadas elevam-se a partir de uma plataforma em forma de H, instalada na própria coluna principal do guindaste. A estabilidade da máquina é garantida por uma estrutura de madeira, que se eleva desde a base de apoio do conjunto até uma zona da coluna ligeiramente abaixo do ponto de apoio da plataforma.

Para mover o corpo suspenso num plano horizontal, a trave do guindaste pode ser manobrada por uma corda, presa a um gancho existente na extremidade oposta à da roldana. Esta operação seria feita de maneira a que a trave efectuasse um movimento de rotação, em torno da coluna vertical que lhe serve de apoio.


Anterior                 Ňndice                 Seguinte